Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Pub

1/1

Viana do Castelo investe mais 35 mil euros para conservação e restauro da igreja de Subportela

Foi assinado o protocolo para, através do projeto “Valorizar o Património”, a Câmara Municipal de Viana do Castelo investir 35 mil euros em obras de conservação e restauro da Igreja e retábulos interiores da Igreja de Subportela. Este investimento junta-se a outros 30 mil euros que a autarquia já tinha atribuído para valorizar altares, pinturas interiores e conservação estrutural da igreja.


A verba, transferida para a Fábrica da Igreja Paroquial de S. Pedro de Subportela, enquadra-se num investimento global de 180 mil euros na 1ª fase da reabilitação e Valorização do Património, que vai beneficiar oito igrejas e capelas do concelho.



O Município identificou como objetivos a concretizar no corrente ano a promoção da identidade cultural, a conservação do património material e imaterial e a valorização cultural e turística de Viana do Castelo.


Na tipologia do Património Cultural, a autarquia pretende apoiar projetos e iniciativas de inventariação, divulgação e animação do património; proteção, conservação, valorização e promoção do património histórico e cultural com elevado interesse cultural e turístico; musealização e dinamização de espaços interpretativos culturais, núcleos museológicos e museus; apoio a eventos associados à valorização do património, à cultura e a bens culturais; divulgação e integração na promoção institucional do Município de iniciativas e eventos culturais de ações e projetos no âmbito do património cultural.



Neste sentido, estão a ser celebrados Protocolos de Desenvolvimento Cultural entre a Câmara Municipal e as instituições concelhias detentoras de bens ou património cultural que, no âmbito desta parceria, se comprometam a desenvolver hábitos culturais e fruição artística dos cidadãos; estimular os públicos de infância e juventude para as artes, património material e imaterial; qualificar a oferta dos ativos culturais do concelho de Viana do Castelo; apoiar a organização e realização de eventos culturais associados aos bens culturais objeto de intervenção no âmbito destas parcerias.

0 comentário