top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Workshops temáticos para migrantes no Alto Minho durante o mês de dezembro

A Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) organiza durante o mês de dezembro, em colaboração com os municípios da região, diversos workshops temáticos intitulados “Múltiplas Literacias”, com o objetivo de facilitar múltiplas aprendizagens, num contexto informal, a migrantes residentes no Alto Minho e favorecer a sua integração.





estudantes migrantes com professor numa biblioteca

"Esta iniciativa insere-se no projeto AMAM - Rede de Apoio a Migrantes no Alto Minho, que está a ser desenvolvido pela CIM Alto Minho e financiado pelo FAMI - Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração, concentrando neste último trimestre do ano uma agenda de atividades muito forte, que envolve diretamente técnicos e migrantes", contextualiza a CIM Alto Minho em nota enviada às redações.

 

Este programa tem início no próximo dia 14 de dezembro com uma ação de capacitação destinada a agentes locais e profissionais que atuam na área da integração de Nacionais de Países Terceiros (NPT), sobre “A importância da mediação intercultural”. Esta ação realiza-se nas instalações da CIM Alto Minho, em Valença, das 09h30 às 12h30.

 

No mesmo dia, tem lugar em Ponte de Lima, na Clara Penha – Edifício Casa dos Sabores, o primeiro workshop dirigido aos NPT residentes no Alto Minho. Esta sessão decorre das 18h às 20h e será dedicada ao tema "Perspetivas e Expectativas - Processos de Inclusão".

 

No dia 16 de dezembro, estão programados mais dois workshops, em Monção e em Viana do Castelo. Entre as 10h e as 12h30, a Biblioteca Municipal de Monção acolhe este evento, centrado nas representações sociais, teatro experimental e narrativas recontadas. Também de manhã, das 10h às 13h, realiza-se no Navio Gil Eannes - Auditório do Centro de Mar, em Viana do Castelo, uma sessão sobre "Dar voz à Cidadania”.

 

"A CIM Alto Minho acredita que eventos como este têm o potencial de contribuir para a transformação e melhoria das condições de vida dos NPT, promovendo o exercício pleno da cidadania e o bem-estar de todos", refere.

 

"Em resposta à crescente diversidade de migrantes no quotidiano do Alto Minho, a CIM Alto Minho e os municípios reconhecem a importância de validar boas práticas de acolhimento e integração", acrescenta. O projeto AMAM surge como resposta a esta necessidade, procurando promover o empoderamento, o diálogo, a autonomia, a integração e a participação cívica deste público específico, baseado no conhecimento científico, na evidência empírica e no saber profissional.




0 comentário

Commentaires


bottom of page