Plano Municipal de Combate à Vespa Velutina

26/06/2019

Tendo em conta o elevado risco ecológico que representa para a saúde pública e economia local, o município de Montalegre elaborou um plano municipal de combate à vespa velutina. Esta ação contemplou, como medida primária, a implementação de uma rede de 200 armadilhas dispersas por todas as localidades do concelho, entre os inícios dos meses de março e meados de junho, período em que estas vespas saem da sua hibernação. 

 

As armadilhas que foram colocadas no terreno permitem capturar e monitorizar as vespas fundadoras (futuras rainhas dos ninhos), com o objetivo de evitar o desenvolvimento de posteriores ninhos (entre junho e dezembro) e, por arrasto, travar a proliferação exponencial destas vespas. Após este período, as vespas que não foram capturadas irão desenvolver, numa primeira fase, um ninho primário, onde se desenvolverão as primeiras vespas obreiras. Ato contínuo, abandonaram este ninho e desenvolvem os ninhos definitivos, ninhos que tem uma forma arredondada ou de "pera", cujo diâmetro pode atingir de 40 a 80 centímetros. 

Uma aposta complementar para o Combate à Vespa Velutina irá consistir em  sessões de esclarecimento em que serão dadas informações para capturar as vespas. O Município de Montalegre acredita que a difusão de informação sobre o tema é essencial para um melhor combate, tendo como principal objetivo  a participação dos cidadãos no combate a esta espécie. 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Please reload

Please reload

Ponte da Barca - 4980-611
Portugal