top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Arcos de Valdevez solicitou Polo de Inovação Rural no concelho à Secretaria de Estado da Agricultura


No âmbito da visita do Secretário de Estado da Agricultura, Rui Martinho a Arcos de Valdevez, o Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, solicitou apoio financeiro à Secretaria de Estado da Agricultura para a criação de um Polo de Inovação Rural em Arcos de Valdevez nas instalações do antigo centro de formação, em Monte Redondo.

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez considera que o desenvolvimento rural contribui para o desenvolvimento Económico ao contribuir para a dinamização da produção e do comércio local, promove e valoriza os produtos arcuenses, de qualidade e genuínos. Cria emprego e rendimento para as pessoas; promove a fixação e atração de pessoas e investimento; contribui para a preservação e valorização do património natural, prestando relevantes serviços de ecossistema ambientais, sociais, culturais e de recreio; contribui para a mitigação das alterações climáticas, para o sequestro de carbono e para a preservação da biodiversidade; promove a Cultura, pois “favorece a preservação e valorização de tradições e saberes ancestrais, reforça a identidade local e sensibiliza a comunidade para a importância e qualidade da produção e consumo dos produtos locais”.


Assim, aquando da visita do Secretário de Estado da Agricultura, Rui Martinho, a Arcos de Valdevez, o autarca João Manuel Esteves pediu apoio financeiro para levar a cabo a construção de um Polo de Inovação Rural em Arcos de Valdevez, nas instalações do antigo centro de formação, em Monte Redondo.


Esta solicitação foi bem acolhida por Rui Martinho que afiançou que o “Ministério da Agricultura faz questão de fazer parte deste processo e de estar envolvido neste projeto concreto de apoio aos agricultores”.


Com este Polo, com abrangência regional, o Município pretende promover a inovação e o desenvolvimento de produtos e tecnologias, prestar apoio tecnológico, marketing e design aos produtores, promover a experimentação e demonstração de produtos e tecnologias emergentes, dinamizar o empreendedorismo, criar espaços para a incubação e espaços de formação.


O autarca revelou que este Polo de inovação rural “terá a ajuda do sistema científico e tecnológico, no caso concreto do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), mas também das associações de produtores e com todos aqueles que possam, efetivamente, contribuir para a promoção da inovação no setor.


João Manuel Esteves solicitou também apoio no reforço dos apoios aos agricultores, no âmbito da PEPAC [Plano Estratégico da Política Agrícola Comum], pois os mesmos “são importantes para a criação de rendimentos aos agricultores do concelho, o que contribui para a fixação da população e para passar esta crise e como tal devem ser alargados a outros e reforçados montantes dos apoios às atividades no mundo rural, nomeadamente na região.”






0 comentário

Comments


bottom of page