Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Pub

1/1

Assembleia Geral da Atlantic Cities a 5 de julho em Viana do Castelo

Viana do Castelo foi a cidade escolhida para acolher a próxima reunião da Assembleia Geral da Atlantic Cities, no próximo dia 5 de julho. A deliberação foi tomada hoje, numa reunião que aconteceu através dos meios digitais e que aprovou também o apoio das cidades atlânticas à candidatura de Viana do Castelo a Capital Europeia da Cultura em 2027.



A reunião aprovou a Declaração da Atlantic Cities para o reconhecimento e consideração do estatuto transfronteiriço das cidades atlânticas. Assim, “considerando os laços históricos, comerciais e culturais que existem entre os territórios atlânticos; os desafios comuns enfrentados por esses territórios, apesar das fronteiras administrativas e estatais; o novo regulamento do FEDER; a Declaração Final da Atlantic Cities 2020; e a Carta Aberta da Atlantic Cities à Presidência Portuguesa da União Europeia”, o comité aprovou enviar um pedido à Presidência Portuguesa, ao Parlamento Europeu, à Comissão Europeia e ao Comité das Regiões para “reconhecer a importância das fronteiras marítimas atlânticas como vetores de ligação e interfaces de cooperação para as cidades atlânticas”.


Solicita ainda que sejam consideradas as redes urbanas atlânticas “como instrumentos fundamentais de cooperação, de diálogo e de crescimento” e que este pedido seja levado em conta “em futuros programas de cooperação territorial INTERREG, que permitirão ligar estas fronteiras através das sinergias que elas criam entre territórios; em iniciativas de recuperação, incluindo a reserva de ajuste ao Brexit; no plano de ação da Estratégia Marinha Atlântica”.


As Cidades Atlânticas pedem ainda que seja considerada a oportunidade de criar uma macrorregião atlântica que permitirá ultrapassar estas fronteiras através da realização de projetos de grande escala que tratem de questões transfronteiriças como o meio ambiente, a pesca e a mobilidade.


Recorde-se que o edil vianense, José Maria Costa, é Presidente da Rede das Cidades do Arco Atlântico, agora Cidades Atlânticas, entidade que foi criada em 2000 e que representa mais de 200 autoridades locais da costa atlântica europeia que se relacionam, diretamente, com as diversas instituições comunitárias, para a afetação de fundos estruturais da Comissão Europeia, do grupo URBAN do Parlamento Europeu e do Programa INTERREG Espaço Atlântico.

0 comentário