top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Festivais vianenses "Viana Bate Forte" e "Neopop" finalistas dos Iberian Festival Awards



São já conhecidos os finalistas de todas as categorias dos Iberian Festival Awards e Viana do Castelo conta com dois festivais finalistas em quatro categorias.

O Viana Bate Forte, promovido pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, foi escolhido pelo júri para finalista na categoria “Best Touristic Promotion” (melhor promoção turística), que distingue os eventos que melhor contribuem para a promoção turística da sua região.


Já o Neopop é finalista nas categorias “Best Medium-sized festival” (melhor festival de médio formato), por escolha do público, “Best communication & marketing strategy” (melhor estratégia de comunicação e marketing), por escolha de júri e ainda “Best Festival Photo” (melhor foto do festival), por votação do público, com Filipa Aurélio – Neopop.


O festival Viana Bate Forte surgiu em 2016 com o "propósito de atrair ao centro histórico públicos diversos, de todas as idades, promovendo a mobilização e integração de pessoas, o bem-estar e a fruição de um património natural, arquitetónico e cultural.", refere a autarquia. Foi pensado e planeado para reunir diversos estilos musicais, para todo o tipo de público, abrangendo todas as faixas etárias, em concertos promovidos em diferentes espaços urbanos e acessível a todos.


"Tendo a gratuitidade como premissa, o festival pretendeu, ao longo das suas cinco edições, contemplar um cenário estratégico do centro histórico vianense, a beleza natural, paisagística, patrimonial e monumental da cidade. A organização fez questão de priorizar os artistas nacionais, dando ainda uma relevante visibilidade aos artistas e bandas vianenses e apostando não só em músicos e grupos de renome, mas também em artistas-revelação.", sublinha. Tem havido, desde sempre, o cuidado de entregar a empresas locais a produção técnica do evento, nomeadamente som e luz, naquela que é uma oportunidade ímpar de ensinamento e aprendizagem.


Os diversos concertos, espalhados por espaços singulares, servem de ponto de ligação entre os palcos e ruas, avenidas e ruelas, mas também de motivo de convívio com o comércio e cafés abertos, tendo como cenário o vasto património que afirma cada vez mais Viana do Castelo como destino turístico de eleição.


"O Viana Bate Forte conseguiu, desde a primeira hora, conquistar principalmente os mais jovens e assumiu-se como uma lufada de ar fresco na agenda cultural do concelho, permitindo revitalizar a cultura, o comércio local e até a própria cidade.", afirma a autarquia vianense em comunicado.

Na sua primeira edição, em 2016, o festival contou com três palcos, entre Praça da República, Praça da Erva e Porta Mexia Galvão, conquistando cerca de 20 mil pessoas e reunindo 18 artistas nas duas noites. Em 2017, o número de palcos subiu para quatro e, em 2018, foram cinco palcos e 28 artistas, conquistando o grandioso número de 50 mil pessoas. Em 2019, a 4.ª edição Festival Viana Bate Forte, também por razões de sustentabilidade económica, reajustou-se e voltou ao figurino inicial, com três palcos, mas o palco na Porta Mexia Galvão foi substituído pela Praça da Liberdade.


Depois de dois anos muito limitados pela pandemia, o Viana Bate Forte regressou em 2022 e conquistou um recorde de cerca de 60 mil espetadores, nas duas noites, com 16 artistas espalhados por três palcos. Os palcos instalados na Praça da República, Praça da Liberdade e na peculiar Praça da Erva permitiram uma melhor circulação de pessoas e reuniram melhores condições de segurança, já que o número de pessoas tem vindo a aumentar edição após edição.


"Em apenas cinco edições, o Viana Bate Forte, pela sua singularidade, qualidade e acessibilidade, marca convictamente a agenda cultural do concelho e do país, sempre com o objetivo de valorizar e homenagear o centro histórico de Viana do Castelo.", assegura o Município de Viana do Castelo.


A gala do dos Iberian Festival Awards decorrerá a 11 de março na Cidade da Maia (Grande Auditório do Fórum Cultural). De acordo com a organização, este foi um ano com um recorde de votos do público e um grande equilíbrio nas notas dos jurados, o que valoriza ainda mais quem vencerá e quem ficar perto de vencer. Os vencedores das categorias serão conhecidos na gala (exceção para os Excellence Awards).






0 comentário
bottom of page