top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Monção: Ponte do Mouro reclassificada como "Aldeia de Portugal"



A aldeia de Ponte do Mouro, pertencente às freguesias de Barbeita e Ceivães, no concelho de Monção, foi reclassificada como Aldeia de Portugal, reforçando a importância do seu legado histórico, patrimonial e natural, através de um novo conceito de turismo rural baseado na partilha de recursos e potencialidades, informou hoje o Município de Monção.

Em comunicado, o Município refere que "a classificação de Ponte do Mouro foi obtida no dia 22 de fevereiro de 2013, tendo a reclassificação acontecido no dia 9 de novembro de 2022, devendo-se ao cumprimento integral de um conjunto de novos compromissos expressos no Regulamento/Caderno de Normas da Rede Aldeias de Portugal, documento revisto em maio deste ano."


Partindo do envolvimento dos intervenientes locais e da implementação de estratégias sociais e económicas, a Rede de Aldeias de Portugal tem como objetivo a participação comunitária e o desenvolvimento local, traduzindo-se na oferta de experiências de ruralidade e na valorização de um passado de tradições, costumes e vivências.


Criada e dinamizada pela Associação de Turismo de Aldeia (ATA), "a Rede de Aldeias de Portugal reivindica a diferença e impulsiona o interior como destino de excelência."


"O reconhecimento e integração de Ponte do Mouro é fruto de uma candidatura apresentada pela ADRIMINHO [Associação de Desenvolvimento Rural Integrado do Vale do Minho] com o envolvimento político e associativo local.", informam.


Ponte do Mouro


Em Ponte do Mouro, encontramos locais aprazíveis para passear e relaxar. A ponte, erguendo-se sobre o rio Mouro, é um ponto de enorme interesse, tanto a nível histórico, como arquitetónico. Originária do século XIV, foi remodelada em 1627, encontrando-se classificada como Imóvel de Interesse Público.


Em 1386, testemunhou o encontro histórico do Rei D. João I com o Duque de Lencastre, pretendente ao trono de Castela. Neste encontro, estabeleceram-se as condições da cooperação militar portuguesa com o rei inglês, que pretendia conquistar Castela. Ficou também acordado, o casamento do Rei D. João I com Dona Filipa de Lencastre, filha do duque.


Um valioso legado histórico que envolve o local numa aura de espiritualidade e imponência. Inserindo-se no percurso do Caminho Ribeiro Minhoto, a ponte encontra-se numa espantosa envolvente paisagística, onde se inscreve a Capela de São Félix, a Casa do Cruzeiro, a Capela do Santo Cristo e alguns moinhos, verdadeiros tesouros de tempos imemoriais.


Além deste património extraordinário e invulgar, Ponte do Mouro apresenta um conjunto de atrativos naturais, convidando a um banho refrescante na zona de lazer do rio Mouro e a uma caminhada pelos passadiços de madeira que vão crescendo nas margens daquele afluente do rio Minho.






0 comentário

Comments


bottom of page