top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Teatro em Viana celebra “A Sorte Que Tivemos!” com a Comunidade

27 de Maio, 2024

No dia 29 de maio, às 21h00, o espetáculo "A sorte que tivemos!”, dirigido por Teresa Gafeira, está em cena na Sala Principal do Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo. Os bilhetes variam entre 4€ e 10€ e podem ser adquiridos na bilheteira do Teatro Municipal Sá de Miranda ou através da bilheteira online.



atores em palco a contracenar

Com música de Martim Sousa Tavares e textos de António Cabrita, Jacinto Lucas Pires, Luísa Costa Gomes, Patrícia Portela, Rui Cardoso Martins, "esta criação da Companhia de Teatro de Almada integrada no Programa Nacional de Comemoração dos 50 Anos do 25 de Abril traz à tona reflexões profundas sobre os desafios enfrentados antes do 25 de Abril e sobre como o mundo mudou desde então, oferecendo uma perspetiva única sobre este marco histórico", indica nota do Teatro do Noroeste - Centro Dramático de Viana. O elenco é constituído por Carolina Dominguez, Cláudio da Silva, David Pereira Bastos, Duarte Grilo, Flávia Gusmão, Joana Bárcia, João Farraia, João Maionde, Pedro Walter, Íris Cañamero e Matilde Santos (estagiárias ESTC), para além da música ao vivo interpretada pelos instrumentistas Ana Isabel Santos, André Marques, Pedro Pereira, Hélder Silva.


De 27 a 31 de maio, às 19h00 e às 21h30, as cinco Oficinas Regulares de Teatro do Projeto Comunidade do Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana apresentam os exercícios finais da temporada, também dedicados aos 50 Anos do 25 de Abril, na Sala Experimental do Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo. Cada um dos grupos é dirigido por um intérprete da companhia vianense: o ATIVAkids, por Elisabete Pinto; o ATIVAjúnior, por Alexandre Calçada; o ATIVAtodos, por Tiago Fernandes; o ATIVAsénior, por Liliana Barbosa e o Enquanto Navegávamos, por Marta Bonito. Desde setembro, trabalham semanalmente na criação de momentos performativos que serão agora apresentados ao público, com entrada gratuita mediante o levantamento de bilhetes a partir de duas horas antes de cada apresentação. Este projeto integra também o projeto de criação 18.262 Madrugadas, dirigido por Ricardo Simões, coadjuvado pelos cinco criadores da Companhia, com assistência de criação de Adriel Filipe, e Lucy Waterhouse, artista em residência do Teatro do Noroeste - Centro Dramático de Viana no âmbito do programa Artists in Residence, da European Theatre Convention, que estreará no dia 30 de junho, às 22h00, na Praça da Liberdade, em Viana do Castelo, num espetáculo de rua único que juntará o trabalho das cinco oficinas de teatro numa dramaturgia coletiva dedicada aos 50 Anos da Revolução dos Cravos.

 

Para mais informações, visite o site do Teatro Municipal Sá de Miranda em tmsm.pt.


Foto: © Companhia de Teatro de Almada



 


0 comentário

Comments


bottom of page